Grêmio vence o Santos em jogo do ano no Estádio Olímpico

Era para ser assim. Mais uma vez, o Grêmio mostrou que quando o assunto é Copa do Brasil o clube tem credenciais de sobra a se candidatar ao título da competição. Em uma virada histórica o time comandado pelo treinador Silas derrotou a habilidosa equipe do Santos. Após sair perdendo por 2 x 0, o treinador tricolor voltou atrás no esquema 3-5-2 e armou o time no esquema que vinha dando certo, o 4-4-2. O time mudou da água para o vinho. Graças ao goleiro Felipe que defendeu um pênalti muito mal batido pelo mestre Jonas o Santos foi para o intervalo com o resultado a favor. E foi só. Novamente o grande trunfo do Grêmio foi a volta do vestiário. Aos 12 min Borges arrematou e deu início a virada histórica. A essa altura as arquibancadas do Olímpico tremiam, a torcida alucinada entoava os cânticos da geral e logo em seguida veio o segundo gol, também assinalado pelo atacante Borges. Jonas fez o terceiro gol tricolor aos 22min e o quarto gol saiu aos 31 min dos pés de Borges. O Santos ainda mostrou seu poder de fogo descontando com Robinho no final da segunda etapa. No geral, por parte do Grêmio, destaco a atuação de Adílson, um gigante no meio de campo do Grêmio, Borges, que passa por excelente momento profissional, o zagueiro Rodrigo e a torcida que fez toda a diferença neste jogo sensacional. Por parte do Santos, destaque para André, autor de 2 gols da equipe santista e Paulo Henrique Ganso, jogador diferenciado e que merecia estar na Copa do Mundo.

Fato inusitado:

Após a partida o jogador Robinho foi até a torcida gremista e aplaudiu o apoio que foi dado aos jogadores gremistas. É o reconhecimento do adversário no que tem sido o grande diferencial do Grêmio nas partidas em seu mando de campo.

Anúncios